Últimos assuntos
» Introdução de Quests
por Zack Hattori Qui 3 Set 2015 - 18:54

» Sistema de Tramas Pessoais [TP]
por Cloud Seg 31 Ago 2015 - 17:20

» Desvantagens
por Cloud Seg 31 Ago 2015 - 17:18

» Salários
por Cloud Seg 31 Ago 2015 - 17:14

» Pericias
por Cloud Seg 31 Ago 2015 - 17:05

» Regras do Forum
por Cloud Seg 31 Ago 2015 - 16:57

» Jogabilidade
por Cloud Seg 31 Ago 2015 - 16:55

» Grupos
por Cloud Qua 26 Ago 2015 - 16:00

» Como construir seu personagem (Raças e Grupos)
por Cloud Qua 26 Ago 2015 - 15:28

» Raças
por Cloud Qua 26 Ago 2015 - 14:53

Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 10 em Seg 21 Fev 2011 - 13:39
Visitas
contador de visitas gratis
Facebook
Apocalipse RPG

Apocalipse RPG


Ficha de "07"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha de "07"

Mensagem por 07 em Sex 30 Set 2011 - 20:04

Geral
Nome do Personagem: Dominus Malvoris (Porém mais conhecido em seu codinome : "07")
Raça: Demonio
Classe: Bardo

Level do Personagem:1
Sexo: Masculino
Idade:26
Altura: 1,86
Peso: 79KG
Características Físicas: Estrutura de corpo forte de um barbaro, cabelos moreno lisos e longos, Cor dos olhos diferenciada (Esquerdo, o olho que ele vê: iris preta/Direito, o olho cego que é diferente dos olhos cegos comuns: A iris e a pupila são totalmente pretas.)
"Roupas e Aparência(Desconsiderem o plano de fundo)":

História:
"História de Dominus - Contada Por sua Prima Querida ( Eu acho ) Lucia Godwish.":
"Como contarei a história de vida até agora de Domi? Acho que terei que contar de um jeito que todos entendam, mas de qualquer contarei e vocês iram ve-la. Antes me apresentarei: Sou Lucia Godwish, clériga, cantora e futura escriba. Como eu já me apresentei, irei contar a vocês a história de meu primo e já praticar para ser uma futura escriba: contarei a história de Dominus Malvoris, mas como ele prefere, "07".
Enfim, nossa história começa falando sobre uma família demonios nobre em Dark Ivalice chamados de Malvoris. Essa famíla é uma das mais temidas por todo o continente e dos seus conponentes sairam muitos dos mais fortes demonios de lá.Naquela família nobre, as mulheres e os homens podiam ir para qualquqer lugar e buscar um parceiro ou parceira para si podendo ter filhos e filhas metade demonios e metade humanos, porém havia uma condição que ele deveriam seguir com muito vigor: se o filho ou a filha que nascer tiver mias traços demoniacos que traços humanos, ele iriam ficar na mansão da familia. Se for ao contrario, iria viver com o pai ou mãe humanos. Entretanto, Dominori Malvori queria de alguma forma tirar essa condição e deixar que eles fossem criados pelos pais humanos não se importando se eles quisessem saber se são humanos ou demonios, e depois pega-los quando tiverem na majoridade. Essa era sua teoria, porém eles queriam seguir as regras e nenhum dos outros demonios o escutava, nem o seu irmão Mactas que ele confiava o ajudou. Então ele fez um plano que quebraria o que ele chamava de "Sistema Malvoris" de algum jeito e maneira.
Logo num dia qualquer, ele foi até Ivalice apra concretizar esse plano, e já que ele era um Ashtaar, seria facil para o que ele iria fazer. Depois ele começou a andar por lá e encontou uma mulher, a mulher que era perfeita por demais para seu plano. olhos azuis, cabelos loiros, era a beleza de uma elfa numa simples humana. Ele então a seduziu e depois de alguns meses, os dois se deixaram se levar ao maximo desse tal "amor" e o Ashtaar conseguiu o que queria: depois de alguns meses, ele soube que la estava gravida, e o melhor, dele. Essa humana se viu numa situação muito ruim, e eu vi com os meus olhos, seu sofrimento para te-lo. Quer sabe porque eu via esse sofrimento de perto? Bom,para começar, essa tal humana era minha tia, Ruth Godwish e essa minha tia era uma clériga o que piorava a situação,porque o Astaar Dominori se disfaçou de humano e ainda ela estava gravida! "Meu Deus!" era o que sempre dizia a respeito dessa situação. Logo Dominori teve que falar com ela já com uns 6 meses de gestação de seu filho para convida-la a morar na mansão dos Malvoris, e ela pensou muito e minha mãe, Gloris Godwish que também é uma clériga só que mais experiente que minha tia, discordou totalmente dessa idéia, porém minha tia nao tinha para onde se esconder e logo teve que ir na mansão e ter sua criança lá.
Logo a sua chegada, olhares medonhos e malignos vinham mais uma clériga entrar por aquele portão e eles a odiaravam muito, como se fosse um anjo. Logo depois de ser ter passado mais 3 meses, nascia o filho de Dominori e Ruthe: Dominus Malvori, o filho que quebraria o "Sistema Malvori". Depois de um ano sendo observado pelos patriarcas Ashtaars da familia, lhe falaram se ele iria ficar aqui na mansão ou iria a Ivalice, onde morava Ruthe, Gloris e eu, mas antes aconteceria um ritual para avisar sobre a decisão deles, como era de costume: O Ritual do Inicio Dos Nascidos Malvori.
Logo era feito o ritual e colocavam o bebê no centro de um circulo composto de diferentes armas, aonde ele intuitivamente iria pegar a primeira arma que ele quisesse conhecer, e essa arma definiria sua classe para as batalhas vindouras.Ali era colocado as seguintes armas: Um cajado de poder negro, uma runa escrito "morte" numa lingua maldita, uma nunchaku negra, uma espada e montante malditos cravados, um arco com flechas especiais para morte rapida de divindades e pistolas negras chamadas de "Devilian's". Só que eles queriam diversificar um pouco e o unico demonio bardo também coloco seu bandolim que se chamava de "Darkorium". E ai a sorte foi lançada. O bebê demorou alguns minutos parados, até que ele engatinhou para a direção das pistolas, porém parou e foi em direção a espada, ai ele parou de repente e viu o bandolim e logo engatinhou depressa e começou a brincar pegando nas cordas e tudo, até arrebentou uma, olha só! E ai todos ficaram chocados, até mesmo o bardo se chocou e ficou feliz pela criança que acabará de ser proclamado pelo Patriarca-Maior da família que era um bardo,porém chegava a hora da verdade.
A decisão dos Astaars patriarcas Malvoris foi rapida e curta:Eles disseram que o garoto apesar de ser imprudente em sua escolha de classe, porém iria ficar na casa e iria ser ensinado nas artes de bardo.
Mas Dominori rapidamente pega o seu filho e num piscar de olhos o levou para um lugar onde minha mãe estava e com isso ele nunca mais voltou para a mansão e deixou a minha tia lá naquele lugar onde a torturaram por dias por causa daquela situação, para tirar alguma coisa dela, se ela tinha a ver com aquilo ou algo parecido, mas ela não respondia, até que Dominori volto para a mansão e resgatou sua mulher muito ferida e a deixou em Ivalice, junto com minha mãe e minha tia e Dominus. Depois ele voltou para a mansão e depois falou porque fez aquilo:"Tudo isso eu fiz para quebrar esse sistema fajuto desse ritual, agora ele está na mãos de sua mãe e ele será criado por ela e não aqui. Agora se quiserem pode me matar, porém quero que o Lukous me mate. Quero que o bardo me mate com minha espada!" Disse Dominori, que depois de o bardo ver isso, logo pegou a espada dele e antes de mata-lo o bardo disse se ele estava feliz da escolha do garoto bebê, de ser um bardo e perguntou se ele tinha um ultimo desejo. Logo Dominori disse:"Estou muito feliz que ele escolheu bardo, porém ele ao decorrer de sua vida, pode esquecer desse momento, e é obvio que ele nem vai se lembrar. Mas, se você quer que ele seje um bardo ainda, faça esse favor para mim. Venha mais perto de mim para que ninguem escute..." Depois o bardo ouve isso e Dominori diz bem baixo:"Quando me matar, saia daqui e vá para Ivalice e procure na região da Igreja San Ajora, a mulher de meu filho. Crie ele em suas artes bardas e faço com que ele tenha ódio da familia Malvori e faça com que ele invente um outro poder, um poder que só ele entenda. E mais uma coisa... Quando a irmã de minha mulher tiver uma filha ou filho, faça com que os dois sejem tão juntos que quando sairem de casa, quero que eles saiam juntos a procura de suas proprias aventuras. Agora, me mate e vá quando eu disser..." Depois de um tempo, ele diz: "AGORA!!!" e logo, o bardo faz o que foi dito: Mata Dominori e depois pega seu bandolim maldito e encanta todos com sua música para que fiquem paralisadose não se mecham. Depois ele sai da casa, e vai direto ao encontro da familía verdadeira de Dominus, junto com minha tia e mãe.
Depois de alguns anos, Lukous se disfaçou de humano e logo fez uma escola de artes perto da Igreja de San Ajora e nessa escola vivia toda a familia de Dominus e ele já tinha demonstrado ódio pela sua família o bastante para tentar acabar com ela. Ele demonstrava isso desde seus 12 anos e euzinha aqui, já com 8 anos, via esse ódio crescer e crescer em Domi, porém ele sabia que eu estava lá para ajuda-lo, pois queria ajudar alguem para me acostumar a ser uma clériga, pois era isso que queria e seria.
Aos seus 15 anos e aos meus 13, nele cresceu uma tatuagem esquisita, de um simbolo estranho. Essa tatuagem cresceu por todo o rosto dele e quando ele era visto pelos outros habitantes e logo ele descobriu por minha tia que era o simbolo dos Malvoris em sua face. ele ficou muito indignado e foi até Lokous lhe pedir que fizesse para ele uma mascara, e logo Lukous demorou uma semana para fazer, mas conseguiu fazer uma mascara que demonstrava o odio dele para todos e dpeois ele quis ser chamado não mais de Dominus Malvori, ele queria ser conhecido por um numero:"07".
Depois de um tempo, essa tatuagem de alguma forma paralisou sua lingua, e daquele dia em diante, ele não conseguiu mais falar, só urrar. O odio a essa familia se refletia pela tatuagem que como estava na cara, ele sofreu pelo seu odio a ela, que ele nem conhecia o porque, ele só sabia que odiava sua familia porque ela matou seu pai demonio e deixaram ele com sua mãe.
Logo aos 18 anos e eu aos meus 16, ele já tinha completado seus estudos para bardo porém ele só virou uma bardo normal e eu já tinha terminado no mesmo ano meus ensinamentos de clériga, e logo via que ele tocava algumas melodias muito fortes, de odio , de ira a sua família e depois disso quantoamis odio foi apresentado, ele ficou cego de um olho, o olho direito. O esquerdo ficou itacto. Era uma coisa demoniaca e logo depois lhe falaram o que realmente aconteceu com seu pai Dominori e a sua traição da familia e seu ultimo pedido que fez ao bardo de deixa-lo com odio bastante para que ele tentasse um dia enfrentar sua familia.
Depois que ele fez 22 anos e aos meus 20, ele queria sair de casa e ir para Dark Ivalice para tentar pegar os demonios de sua familia emata-los um a um com sua musica, mas antes, o bardo demonio queria dar seu bandolim "Darkorium" a Domi, mas ele não aceiotu o bandolim daquele jeito e quis de outro, e ele pediu um bandolim customizado a Lukous, e ele aceitou desenha-lo num papel, e ele mudou drasticamente seu bandolim e o renomeou de "Lukarious" em homenagem a Lukous. Logo ele já estava pronto para sair de casa, mas antes ele escreveu uma carta para mim me convidando para ir com ele, porque ele não falava, porém escutava e via com seu unico olho bom e muito bem. Logo decidi ir com ele porque eu achei que ir apra Dark Ivalice iria me ajudar e muito como clériga, mas minha mãe falou para não ir com ele porque eu estaria enrascada, muito mesmo. Não ouvi minha mãe pegui minhas coisas e fui embora com ele.
Ficamos 4 anos viajando por Ivalice e depois nós formos para o lugar desejado por ele, Dark Ivalice, e nós ficamos na ilha Dark Achades, aonde temos esconderijos para que ninguem nos veja. Lá ele tinha a informação que sua familia odiada era de lá. Ele nesses 4 anos se preparou para o momento de ele enfrentar algum demonio de sua familia. E eu estarei com ele, para ajuda-lo.

Agradeço aos meus colaboradores para essa história: Ruthe e Gloris Godwish e o bardo Malvoris Lukous. Agradeço a eles pelas informações para que essa história fosse feita."


----------

STATUS:
Força: 1/12+1
Destreza: 1/12+1
Vigor 2/12
Magia: 2/12+1
Inteligência: 3/12


HP: 20 + 40 (Raça) = 60
MP: 100 +10 (Raça) = 110
ST: 90 + 50(Raça)=140
----------

Pericias: Melodia/Meditação/Espiritualidade

Vantagens Raciais:
- Imortal (Morte Natural e venenos)
- Vôo (asas)
- Sentidos Especiais: Visão e Audição aguçada.


Vantagens:
-Arma Especial : Bandolim Customizado "Lukarious"
Spoiler:


-Exotica (1 Ponto)
-Inteligente (1 Ponto)
-Percepção Incomum (2 Ponto)
-Retornável(1 Ponto)

-Destino (4 Pontos)
-Familiar (3 Pontos) -Lucia Godwish
Desvantagens Raciais:
- Inimigos: (Anjos e Arcanjos)
- Fraqueza (Luz/Sagrado)
-Aura Negra

Desvantagens:
Spoiler:
Desvantagens da Arma Especial:
-Amaldiçoada [1 Ponto] (Por ser um bandolim de um demonio).
-Homicida [2 Pontos](Ela é louca não por matar, mas para usa-la pra isso).
-Permanente [2 Pontos]
-CODIGO DE HONRA [1 Ponto]:
Spoiler:
Código do Cavalheiro: nunca atacar uma mulher (ou
fêmea de qualquer espécie), nem mesmo quando atacado, e nem permitir que
seus companheiros o façam. Sempre atender um pedido de ajuda de uma
mulher, de qualquer raça.

Traço marcante [2 pontos] (A tatuagem Da familia que deixei ele cego)
Ódio [3 pontos] (Pela minha Familia, Os Malvoris)
Vingança [2 pontos] (A familia Malvoris)
Mudo [4 pontos] (só consigo urrar e Lucia e eu temos um codigo que faço com o meu bandolim)
Habilidade: É complicada, por isso fazerei ela em breve...

Itens:-x-

Total de Pontos: 20 + 7 - 5 = 22 pontos
10 Status + 12 Vantagens = 0 pontos.

Me ajudem porque eu não sei como jogar esse tipo de Forum.
Logo quero qeu voces leem minha história e me digam como eu posso fazer meu personagem.
avatar
07
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 6
Data de inscrição : 30/09/2011

Ficha de Personagem
Raça: Nenhum
Level: 1
Experiência:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por Cloud em Sab 1 Out 2011 - 14:27

Gostei muito da história, mas vou avaliar sua ficha:
Observação, sua arma não pode ter 0 pontos, ela tem que custar ao menos 1 ponto ok?

Pontos Gastos:
5 em raça
9 em atributos
7 em vantagens
1 em perícias
______________________________________
Pontos Ganhos:
20 iniciais
10 em desvantagens

Você ainda tem 8 pontos para gastar em sua ficha, agora, sugiro que você gaste nos atributos, pois seus atos dependerão deles, por exemplo:
Você tenta descobrir algo que esta escrito, quase que apagado, em uma parede, faz-se um teste de Inteligencia, jogando 2 dados de 6 faces, e o resultado desse dado tem que ser menor ou igual a seu atributo Inteligencia, para assim você ter sucesso.

Agora, mude a arma e gaste esses 8 pontos ok?

outra coisa, você pode tirar o cego de um olho, pois isso é uma desvantagem, que esta descrita aqui
Visão Ruim (-1 ponto): Você é caolho, míope ou enxerga mal por alguma outra razão. Dependendo da deficiência, pode ser remediada com óculos, mas na falta destes tudo volta a ficar embaçado. Recebendo penalidade de +2 por qualquer teste que envolva visão. A não ser que use óculos. Lembrando que não poderá ter a vantagem VISÃO AGUÇADA.
Caso você ainda queira, terá de tirar visão aguçada.... outra coisa, os códigos de honra contam como uma desvantagem só, e pode ter no máximo quatro códigos de honra.

Mas fica mais uma dica, um personagem com muitos códigos de honra fica dificil de jogar.

avatar
Cloud
Lider Administrador
Lider Administrador

Mensagens : 1430
Data de inscrição : 17/01/2011
Localização : RJ

Ficha de Personagem
Raça: Humano
Level: 8
Experiência:
7045/8000  (7045/8000)

http://apocalipse.rpgwars.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por DoBer em Sab 1 Out 2011 - 18:13

farei*
-----------
pensa bem nisso que o cloud disse, vai deixar seu personagem bem mais forte se sair do 1 ou 2 de atributos

e tu botou a história do familiar? desculpa eu não ter lido a história =x
avatar
DoBer
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 363
Data de inscrição : 23/04/2011

Ficha de Personagem
Raça: Humano
Level: 5
Experiência:
4600/5000  (4600/5000)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por 07 em Dom 2 Out 2011 - 19:20

Tipo, eu fiz algo diferente, eu fiz que o familiar contasse a história dele, não o personagem.

Mas vc Cloud, vc leu minha história? E você gostou?

Tipo eu queria ouvir de vcs dois se vcs virão um personagem assim ou algo parecido, e digão o que acharão, sua opinião será muito importante.

Eu quero fazer um bardo demonio Metal \m/.!!!!!
avatar
07
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 6
Data de inscrição : 30/09/2011

Ficha de Personagem
Raça: Nenhum
Level: 1
Experiência:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por Cloud em Seg 3 Out 2011 - 11:12

Li sim 07, gostei do estilo, com uma história narrada por outro personagem, ficou bem interessante, prendendo a atenção de quem lê.

Mas atente-se para o que eu coloquei no tópico acima ok?
avatar
Cloud
Lider Administrador
Lider Administrador

Mensagens : 1430
Data de inscrição : 17/01/2011
Localização : RJ

Ficha de Personagem
Raça: Humano
Level: 8
Experiência:
7045/8000  (7045/8000)

http://apocalipse.rpgwars.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por 07 em Ter 4 Out 2011 - 21:42

Geral
Nome do Personagem: Dominus Malvoris (Porém mais conhecido em seu codinome : "07")
Raça: Demonio
Classe: Bardo

Level do Personagem:1
Sexo: Masculino
Idade:26
Altura: 1,86
Peso: 79KG
Características Físicas:
Estrutura de corpo forte de um barbaro, cabelos moreno lisos e longos,
Cor dos olhos diferenciada (Esquerdo, o olho que ele vê: iris
preta/Direito, o olho cego que é diferente dos olhos cegos comuns: A
iris e a pupila são totalmente pretas.)
"Roupas e Aparência(Desconsiderem o plano de fundo)":

História:
"História de Dominus - Contada Por sua Prima Querida ( Eu acho ) Lucia Godwish.":
"Como
contarei a história de vida até agora de Domi? Acho que terei que
contar de um jeito que todos entendam, mas de qualquer contarei e vocês
iram ve-la. Antes me apresentarei: Sou Lucia Godwish, clériga, cantora e
futura escriba. Como eu já me apresentei, irei contar a vocês a
história de meu primo e já praticar para ser uma futura escriba:
contarei a história de Dominus Malvoris, mas como ele prefere, "07".
Enfim,
nossa história começa falando sobre uma família demonios nobre em Dark
Ivalice chamados de Malvoris. Essa famíla é uma das mais temidas por
todo o continente e dos seus conponentes sairam muitos dos mais fortes
demonios de lá.Naquela família nobre, as mulheres e os homens podiam ir
para qualquqer lugar e buscar um parceiro ou parceira para si podendo
ter filhos e filhas metade demonios e metade humanos, porém havia uma
condição que ele deveriam seguir com muito vigor: se o filho ou a filha
que nascer tiver mias traços demoniacos que traços humanos, ele iriam
ficar na mansão da familia. Se for ao contrario, iria viver com o pai ou
mãe humanos. Entretanto, Dominori Malvori queria de alguma forma tirar
essa condição e deixar que eles fossem criados pelos pais humanos não se
importando se eles quisessem saber se são humanos ou demonios, e
depois pega-los quando tiverem na majoridade. Essa era sua teoria, porém
eles queriam seguir as regras e nenhum dos outros demonios o escutava,
nem o seu irmão Mactas que ele confiava o ajudou. Então ele fez um plano
que quebraria o que ele chamava de "Sistema Malvoris" de algum jeito e
maneira.
Logo num dia qualquer, ele foi até Ivalice apra concretizar
esse plano, e já que ele era um Ashtaar, seria facil para o que ele iria
fazer. Depois ele começou a andar por lá e encontou uma mulher, a
mulher que era perfeita por demais para seu plano. olhos azuis, cabelos
loiros, era a beleza de uma elfa numa simples humana. Ele então a
seduziu e depois de alguns meses, os dois se deixaram se levar ao maximo
desse tal "amor" e o Ashtaar conseguiu o que queria: depois de alguns
meses, ele soube que la estava gravida, e o melhor, dele. Essa humana se
viu numa situação muito ruim, e eu vi com os meus olhos, seu sofrimento
para te-lo. Quer sabe porque eu via esse sofrimento de perto? Bom,para
começar, essa tal humana era minha tia, Ruth Godwish e essa minha tia
era uma clériga o que piorava a situação,porque o Astaar Dominori se
disfaçou de humano e ainda ela estava gravida! "Meu Deus!" era o que
sempre dizia a respeito dessa situação. Logo Dominori teve que falar com
ela já com uns 6 meses de gestação de seu filho para convida-la a morar
na mansão dos Malvoris, e ela pensou muito e minha mãe, Gloris Godwish
que também é uma clériga só que mais experiente que minha tia,
discordou totalmente dessa idéia, porém minha tia nao tinha para onde se
esconder e logo teve que ir na mansão e ter sua criança lá.
Logo a
sua chegada, olhares medonhos e malignos vinham mais uma clériga entrar
por aquele portão e eles a odiaravam muito, como se fosse um anjo. Logo
depois de ser ter passado mais 3 meses, nascia o filho de Dominori e
Ruthe: Dominus Malvori, o filho que quebraria o "Sistema Malvori".
Depois de um ano sendo observado pelos patriarcas Ashtaars da familia,
lhe falaram se ele iria ficar aqui na mansão ou iria a Ivalice, onde
morava Ruthe, Gloris e eu, mas antes aconteceria um ritual para avisar
sobre a decisão deles, como era de costume: O Ritual do Inicio Dos
Nascidos Malvori.
Logo era feito o ritual e colocavam o bebê no
centro de um circulo composto de diferentes armas, aonde ele
intuitivamente iria pegar a primeira arma que ele quisesse conhecer, e
essa arma definiria sua classe para as batalhas vindouras.Ali era
colocado as seguintes armas: Um cajado de poder negro, uma runa escrito
"morte" numa lingua maldita, uma nunchaku negra, uma espada e montante
malditos cravados, um arco com flechas especiais para morte rapida de
divindades e pistolas negras chamadas de "Devilian's". Só que eles
queriam diversificar um pouco e o unico demonio bardo também coloco seu
bandolim que se chamava de "Darkorium". E ai a sorte foi lançada. O bebê
demorou alguns minutos parados, até que ele engatinhou para a direção
das pistolas, porém parou e foi em direção a espada, ai ele parou de
repente e viu o bandolim e logo engatinhou depressa e começou a brincar
pegando nas cordas e tudo, até arrebentou uma, olha só! E ai todos
ficaram chocados, até mesmo o bardo se chocou e ficou feliz pela criança
que acabará de ser proclamado pelo Patriarca-Maior da família que era
um bardo,porém chegava a hora da verdade.
A decisão dos Astaars
patriarcas Malvoris foi rapida e curta:Eles disseram que o garoto apesar
de ser imprudente em sua escolha de classe, porém iria ficar na casa e
iria ser ensinado nas artes de bardo.
Mas Dominori rapidamente pega o
seu filho e num piscar de olhos o levou para um lugar onde minha mãe
estava e com isso ele nunca mais voltou para a mansão e deixou a minha
tia lá naquele lugar onde a torturaram por dias por causa daquela
situação, para tirar alguma coisa dela, se ela tinha a ver com aquilo ou
algo parecido, mas ela não respondia, até que Dominori volto para a
mansão e resgatou sua mulher muito ferida e a deixou em Ivalice, junto
com minha mãe e minha tia e Dominus. Depois ele voltou para a mansão e
depois falou porque fez aquilo:"Tudo isso eu fiz para quebrar esse
sistema fajuto desse ritual, agora ele está na mãos de sua mãe e ele
será criado por ela e não aqui. Agora se quiserem pode me matar, porém
quero que o Lukous me mate. Quero que o bardo me mate com minha espada!"
Disse Dominori, que depois de o bardo ver isso, logo pegou a espada
dele e antes de mata-lo o bardo disse se ele estava feliz da escolha do
garoto bebê, de ser um bardo e perguntou se ele tinha um ultimo desejo.
Logo Dominori disse:"Estou muito feliz que ele escolheu bardo, porém ele
ao decorrer de sua vida, pode esquecer desse momento, e é obvio que ele
nem vai se lembrar. Mas, se você quer que ele seje um bardo ainda, faça
esse favor para mim. Venha mais perto de mim para que ninguem
escute..." Depois o bardo ouve isso e Dominori diz bem baixo:"Quando me
matar, saia daqui e vá para Ivalice e procure na região da Igreja San
Ajora, a mulher de meu filho. Crie ele em suas artes bardas e faço com
que ele tenha ódio da familia Malvori e faça com que ele invente um
outro poder, um poder que só ele entenda. E mais uma coisa... Quando a
irmã de minha mulher tiver uma filha ou filho, faça com que os dois
sejem tão juntos que quando sairem de casa, quero que eles saiam juntos a
procura de suas proprias aventuras. Agora, me mate e vá quando eu
disser..." Depois de um tempo, ele diz: "AGORA!!!" e logo, o bardo faz o
que foi dito: Mata Dominori e depois pega seu bandolim maldito e
encanta todos com sua música para que fiquem paralisadose não se mecham.
Depois ele sai da casa, e vai direto ao encontro da familía verdadeira
de Dominus, junto com minha tia e mãe.
Depois de alguns anos, Lukous
se disfaçou de humano e logo fez uma escola de artes perto da Igreja de
San Ajora e nessa escola vivia toda a familia de Dominus e ele já tinha
demonstrado ódio pela sua família o bastante para tentar acabar com ela.
Ele demonstrava isso desde seus 12 anos e euzinha aqui, já com 8 anos,
via esse ódio crescer e crescer em Domi, porém ele sabia que eu estava
lá para ajuda-lo, pois queria ajudar alguem para me acostumar a ser uma
clériga, pois era isso que queria e seria.
Aos seus 15 anos e aos
meus 13, nele cresceu uma tatuagem esquisita, de um simbolo estranho.
Essa tatuagem cresceu por todo o rosto dele e quando ele era visto pelos
outros habitantes e logo ele descobriu por minha tia que era o simbolo
dos Malvoris em sua face. ele ficou muito indignado e foi até Lokous lhe
pedir que fizesse para ele uma mascara, e logo Lukous demorou uma
semana para fazer, mas conseguiu fazer uma mascara que demonstrava o
odio dele para todos e dpeois ele quis ser chamado não mais de Dominus
Malvori, ele queria ser conhecido por um numero:"07".
Depois de um
tempo, essa tatuagem de alguma forma paralisou sua lingua, e daquele dia
em diante, ele não conseguiu mais falar, só urrar. O odio a essa
familia se refletia pela tatuagem que como estava na cara, ele sofreu
pelo seu odio a ela, que ele nem conhecia o porque, ele só sabia que
odiava sua familia porque ela matou seu pai demonio e deixaram ele com
sua mãe.
Logo aos 18 anos e eu aos meus 16, ele já tinha completado
seus estudos para bardo porém ele só virou uma bardo normal e eu já
tinha terminado no mesmo ano meus ensinamentos de clériga, e logo via
que ele tocava algumas melodias muito fortes, de odio , de ira a sua
família e depois disso quantoamis odio foi apresentado, ele ficou cego
de um olho, o olho direito. O esquerdo ficou itacto. Era uma coisa
demoniaca e logo depois lhe falaram o que realmente aconteceu com seu
pai Dominori e a sua traição da familia e seu ultimo pedido que fez ao
bardo de deixa-lo com odio bastante para que ele tentasse um dia
enfrentar sua familia.
Depois que ele fez 22 anos e aos meus 20, ele
queria sair de casa e ir para Dark Ivalice para tentar pegar os demonios
de sua familia emata-los um a um com sua musica, mas antes, o bardo
demonio queria dar seu bandolim "Darkorium" a Domi, mas ele não aceiotu
o bandolim daquele jeito e quis de outro, e ele pediu um bandolim
customizado a Lukous, e ele aceitou desenha-lo num papel, e ele mudou
drasticamente seu bandolim e o renomeou de "Lukarious" em homenagem a
Lukous. Logo ele já estava pronto para sair de casa, mas antes ele
escreveu uma carta para mim me convidando para ir com ele, porque ele
não falava, porém escutava e via com seu unico olho bom e muito bem.
Logo decidi ir com ele porque eu achei que ir apra Dark Ivalice iria me
ajudar e muito como clériga, mas minha mãe falou para não ir com ele
porque eu estaria enrascada, muito mesmo. Não ouvi minha mãe pegui
minhas coisas e fui embora com ele.
Ficamos 4 anos viajando por
Ivalice e depois nós formos para o lugar desejado por ele, Dark Ivalice,
e nós ficamos na ilha Dark Achades, aonde temos esconderijos para que
ninguem nos veja. Lá ele tinha a informação que sua familia odiada era
de lá. Ele nesses 4 anos se preparou para o momento de ele enfrentar
algum demonio de sua familia. E eu estarei com ele, para ajuda-lo.

Agradeço
aos meus colaboradores para essa história: Ruthe e Gloris Godwish e o
bardo Malvoris Lukous. Agradeço a eles pelas informações para que essa
história fosse feita."


----------

STATUS:
Força: 2/12+1
Destreza: 3/12+1
Vigor 3/12
Magia: 4/12+1
Inteligência: 4/12


HP: 90 + 40 (Raça) = 140
MP: 160 +10 (Raça) = 170
ST: 90 + 50(Raça)=140
----------

Pericias: Melodia/Meditação/Espiritualidade

Vantagens Raciais:
- Imortal (Morte Natural e venenos)
- Vôo (asas)
- Sentidos Especiais: Visão e Audição aguçada.


Vantagens:
-Arma Especial : Bandolim Customizado "Lukarious"
Spoiler:


-Exotica (1 Ponto)
-Inteligente (1 Ponto)
-Percepção Incomum (2 Ponto)
-Retornável(1 Ponto)
Desvantagens:
-Amaldiçoada [1 Ponto] (Por ser um bandolim de um demonio).
-Homicida [2 Pontos](Ela é louca não por matar, mas para usa-la pra isso).
-Permanente [2 Pontos]

-Arte (Exclusivo da classe "Bardo") [1 Ponto]
-Membrana Nictante [1 Ponto]
-Mestre (2 Pontos)
-Familiar (3 Pontos) -Lucia Godwish
Desvantagens Raciais:
- Inimigos: (Anjos e Arcanjos)
- Fraqueza (Luz/Sagrado)
-Aura Negra

Desvantagens:
Traço marcante [2 pontos]
A TATUAGEM DA FAMILIA MALVORI QUE ME DEIXOU CAOLHO E MUDO:

Ódio [3 pontos] (Pela minha Familia, Os Malvoris)
Vingança [2 pontos] (A familia Malvoris)
Mudo [4 pontos] (Mas ele ainda consegue urrar e se comunicar com Lucia em um codigo de notas com sua Lukarious)
Visão Ruim [1 Ponto]
Habilidade: É complicada, por isso fazerei ela em breve...

Itens:-x-

Total de Pontos:
avatar
07
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 6
Data de inscrição : 30/09/2011

Ficha de Personagem
Raça: Nenhum
Level: 1
Experiência:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por DoBer em Ter 11 Out 2011 - 22:54

como o cloud já disse, a arma especial tem que custar pelo menos 1 ponto... bota mais uma desvantagem, ou tira uma vantagem, ou troca por um que deixe o saldo negativo que precisa...

Total de pontos

20 (iniciais) - 5 (raça) = 15

-16 (atributos)(o HP é 30 e o ST é 180, mais os bônus de raça [70 e 230, respectivamente], pelos meus cálculos), -7 (vantagens) (tem que fazer a ficha do familiar tb. olha as que ja estao prontas [em 'fichas aceitas'] pra ter uma base)

+12 (desvantagens) - não pode ter visão aguçada e ruim ao mesmo tempo... arruma ae

sobraram 4 pontos cara, da uma olhada ai

e bota 'farei' na habilidade pq 'fazerei' fica mto feio =P


eu só não entendi uma coisa: pq tu botou +1 de magia se a tua raça só dá força e destreza?
avatar
DoBer
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 363
Data de inscrição : 23/04/2011

Ficha de Personagem
Raça: Humano
Level: 5
Experiência:
4600/5000  (4600/5000)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por 07 em Qua 19 Out 2011 - 13:53

Geral
Nome do Personagem: Dominus Malvoris (Porém mais conhecido em seu codinome : "07")
Raça: Demonio
Classe: Bardo

Level do Personagem:1
Sexo: Masculino
Idade:26
Altura: 1,86
Peso: 79KG
Características Físicas:
Estrutura de corpo forte de um barbaro, cabelos moreno lisos e longos,
Cor dos olhos diferenciada (Esquerdo, o olho que ele vê: iris
preta/Direito, o olho cego que é diferente dos olhos cegos comuns: A
iris e a pupila são totalmente pretas.)
"Roupas e Aparência(Desconsiderem o plano de fundo)":

História:
"História de Dominus - Contada Por sua Prima Querida ( Eu acho ) Lucia Godwish.":
"Como
contarei a história de vida até agora de Domi? Acho que terei que
contar de um jeito que todos entendam, mas de qualquer contarei e vocês
iram ve-la. Antes me apresentarei: Sou Lucia Godwish, clériga, cantora e
futura escriba. Como eu já me apresentei, irei contar a vocês a
história de meu primo e já praticar para ser uma futura escriba:
contarei a história de Dominus Malvoris, mas como ele prefere, "07".
Enfim,
nossa história começa falando sobre uma família demonios nobre em Dark
Ivalice chamados de Malvoris. Essa famíla é uma das mais temidas por
todo o continente e dos seus conponentes sairam muitos dos mais fortes
demonios de lá.Naquela família nobre, as mulheres e os homens podiam ir
para qualquqer lugar e buscar um parceiro ou parceira para si podendo
ter filhos e filhas metade demonios e metade humanos, porém havia uma
condição que ele deveriam seguir com muito vigor: se o filho ou a filha
que nascer tiver mias traços demoniacos que traços humanos, ele iriam
ficar na mansão da familia. Se for ao contrario, iria viver com o pai ou
mãe humanos. Entretanto, Dominori Malvori queria de alguma forma tirar
essa condição e deixar que eles fossem criados pelos pais humanos não se
importando se eles quisessem saber se são humanos ou demonios, e
depois pega-los quando tiverem na majoridade. Essa era sua teoria, porém
eles queriam seguir as regras e nenhum dos outros demonios o escutava,
nem o seu irmão Mactas que ele confiava o ajudou. Então ele fez um plano
que quebraria o que ele chamava de "Sistema Malvoris" de algum jeito e
maneira.
Logo num dia qualquer, ele foi até Ivalice apra concretizar
esse plano, e já que ele era um Ashtaar, seria facil para o que ele iria
fazer. Depois ele começou a andar por lá e encontou uma mulher, a
mulher que era perfeita por demais para seu plano. olhos azuis, cabelos
loiros, era a beleza de uma elfa numa simples humana. Ele então a
seduziu e depois de alguns meses, os dois se deixaram se levar ao maximo
desse tal "amor" e o Ashtaar conseguiu o que queria: depois de alguns
meses, ele soube que la estava gravida, e o melhor, dele. Essa humana se
viu numa situação muito ruim, e eu vi com os meus olhos, seu sofrimento
para te-lo. Quer sabe porque eu via esse sofrimento de perto? Bom,para
começar, essa tal humana era minha tia, Ruth Godwish e essa minha tia
era uma clériga o que piorava a situação,porque o Astaar Dominori se
disfaçou de humano e ainda ela estava gravida! "Meu Deus!" era o que
sempre dizia a respeito dessa situação. Logo Dominori teve que falar com
ela já com uns 6 meses de gestação de seu filho para convida-la a morar
na mansão dos Malvoris, e ela pensou muito e minha mãe, Gloris Godwish
que também é uma clériga só que mais experiente que minha tia,
discordou totalmente dessa idéia, porém minha tia nao tinha para onde se
esconder e logo teve que ir na mansão e ter sua criança lá.
Logo a
sua chegada, olhares medonhos e malignos vinham mais uma clériga entrar
por aquele portão e eles a odiaravam muito, como se fosse um anjo. Logo
depois de ser ter passado mais 3 meses, nascia o filho de Dominori e
Ruthe: Dominus Malvori, o filho que quebraria o "Sistema Malvori".
Depois de um ano sendo observado pelos patriarcas Ashtaars da familia,
lhe falaram se ele iria ficar aqui na mansão ou iria a Ivalice, onde
morava Ruthe, Gloris e eu, mas antes aconteceria um ritual para avisar
sobre a decisão deles, como era de costume: O Ritual do Inicio Dos
Nascidos Malvori.
Logo era feito o ritual e colocavam o bebê no
centro de um circulo composto de diferentes armas, aonde ele
intuitivamente iria pegar a primeira arma que ele quisesse conhecer, e
essa arma definiria sua classe para as batalhas vindouras.Ali era
colocado as seguintes armas: Um cajado de poder negro, uma runa escrito
"morte" numa lingua maldita, uma nunchaku negra, uma espada e montante
malditos cravados, um arco com flechas especiais para morte rapida de
divindades e pistolas negras chamadas de "Devilian's". Só que eles
queriam diversificar um pouco e o unico demonio bardo também coloco seu
bandolim que se chamava de "Darkorium". E ai a sorte foi lançada. O bebê
demorou alguns minutos parados, até que ele engatinhou para a direção
das pistolas, porém parou e foi em direção a espada, ai ele parou de
repente e viu o bandolim e logo engatinhou depressa e começou a brincar
pegando nas cordas e tudo, até arrebentou uma, olha só! E ai todos
ficaram chocados, até mesmo o bardo se chocou e ficou feliz pela criança
que acabará de ser proclamado pelo Patriarca-Maior da família que era
um bardo,porém chegava a hora da verdade.
A decisão dos Astaars
patriarcas Malvoris foi rapida e curta:Eles disseram que o garoto apesar
de ser imprudente em sua escolha de classe, porém iria ficar na casa e
iria ser ensinado nas artes de bardo.
Mas Dominori rapidamente pega o
seu filho e num piscar de olhos o levou para um lugar onde minha mãe
estava e com isso ele nunca mais voltou para a mansão e deixou a minha
tia lá naquele lugar onde a torturaram por dias por causa daquela
situação, para tirar alguma coisa dela, se ela tinha a ver com aquilo ou
algo parecido, mas ela não respondia, até que Dominori volto para a
mansão e resgatou sua mulher muito ferida e a deixou em Ivalice, junto
com minha mãe e minha tia e Dominus. Depois ele voltou para a mansão e
depois falou porque fez aquilo:"Tudo isso eu fiz para quebrar esse
sistema fajuto desse ritual, agora ele está na mãos de sua mãe e ele
será criado por ela e não aqui. Agora se quiserem pode me matar, porém
quero que o Lukous me mate. Quero que o bardo me mate com minha espada!"
Disse Dominori, que depois de o bardo ver isso, logo pegou a espada
dele e antes de mata-lo o bardo disse se ele estava feliz da escolha do
garoto bebê, de ser um bardo e perguntou se ele tinha um ultimo desejo.
Logo Dominori disse:"Estou muito feliz que ele escolheu bardo, porém ele
ao decorrer de sua vida, pode esquecer desse momento, e é obvio que ele
nem vai se lembrar. Mas, se você quer que ele seje um bardo ainda, faça
esse favor para mim. Venha mais perto de mim para que ninguem
escute..." Depois o bardo ouve isso e Dominori diz bem baixo:"Quando me
matar, saia daqui e vá para Ivalice e procure na região da Igreja San
Ajora, a mulher de meu filho. Crie ele em suas artes bardas e faço com
que ele tenha ódio da familia Malvori e faça com que ele invente um
outro poder, um poder que só ele entenda. E mais uma coisa... Quando a
irmã de minha mulher tiver uma filha ou filho, faça com que os dois
sejem tão juntos que quando sairem de casa, quero que eles saiam juntos a
procura de suas proprias aventuras. Agora, me mate e vá quando eu
disser..." Depois de um tempo, ele diz: "AGORA!!!" e logo, o bardo faz o
que foi dito: Mata Dominori e depois pega seu bandolim maldito e
encanta todos com sua música para que fiquem paralisadose não se mecham.
Depois ele sai da casa, e vai direto ao encontro da familía verdadeira
de Dominus, junto com minha tia e mãe.
Depois de alguns anos, Lukous
se disfaçou de humano e logo fez uma escola de artes perto da Igreja de
San Ajora e nessa escola vivia toda a familia de Dominus e ele já tinha
demonstrado ódio pela sua família o bastante para tentar acabar com ela.
Ele demonstrava isso desde seus 12 anos e euzinha aqui, já com 8 anos,
via esse ódio crescer e crescer em Domi, porém ele sabia que eu estava
lá para ajuda-lo, pois queria ajudar alguem para me acostumar a ser uma
clériga, pois era isso que queria e seria.
Aos seus 15 anos e aos
meus 13, nele cresceu uma tatuagem esquisita, de um simbolo estranho.
Essa tatuagem cresceu por todo o rosto dele e quando ele era visto pelos
outros habitantes e logo ele descobriu por minha tia que era o simbolo
dos Malvoris em sua face. ele ficou muito indignado e foi até Lokous lhe
pedir que fizesse para ele uma mascara, e logo Lukous demorou uma
semana para fazer, mas conseguiu fazer uma mascara que demonstrava o
odio dele para todos e dpeois ele quis ser chamado não mais de Dominus
Malvori, ele queria ser conhecido por um numero:"07".
Depois de um
tempo, essa tatuagem de alguma forma paralisou sua lingua, e daquele dia
em diante, ele não conseguiu mais falar, só urrar. O odio a essa
familia se refletia pela tatuagem que como estava na cara, ele sofreu
pelo seu odio a ela, que ele nem conhecia o porque, ele só sabia que
odiava sua familia porque ela matou seu pai demonio e deixaram ele com
sua mãe.
Logo aos 18 anos e eu aos meus 16, ele já tinha completado
seus estudos para bardo porém ele só virou uma bardo normal e eu já
tinha terminado no mesmo ano meus ensinamentos de clériga, e logo via
que ele tocava algumas melodias muito fortes, de odio , de ira a sua
família e depois disso quantoamis odio foi apresentado, ele ficou cego
de um olho, o olho direito. O esquerdo ficou itacto. Era uma coisa
demoniaca e logo depois lhe falaram o que realmente aconteceu com seu
pai Dominori e a sua traição da familia e seu ultimo pedido que fez ao
bardo de deixa-lo com odio bastante para que ele tentasse um dia
enfrentar sua familia.
Depois que ele fez 22 anos e aos meus 20, ele
queria sair de casa e ir para Dark Ivalice para tentar pegar os demonios
de sua familia emata-los um a um com sua musica, mas antes, o bardo
demonio queria dar seu bandolim "Darkorium" a Domi, mas ele não aceiotu
o bandolim daquele jeito e quis de outro, e ele pediu um bandolim
customizado a Lukous, e ele aceitou desenha-lo num papel, e ele mudou
drasticamente seu bandolim e o renomeou de "Lukarious" em homenagem a
Lukous. Logo ele já estava pronto para sair de casa, mas antes ele
escreveu uma carta para mim me convidando para ir com ele, porque ele
não falava, porém escutava e via com seu unico olho bom e muito bem.
Logo decidi ir com ele porque eu achei que ir apra Dark Ivalice iria me
ajudar e muito como clériga, mas minha mãe falou para não ir com ele
porque eu estaria enrascada, muito mesmo. Não ouvi minha mãe pegui
minhas coisas e fui embora com ele.
Ficamos 4 anos viajando por
Ivalice e depois nós formos para o lugar desejado por ele, Dark Ivalice,
e nós ficamos na ilha Dark Achades, aonde temos esconderijos para que
ninguem nos veja. Lá ele tinha a informação que sua familia odiada era
de lá. Ele nesses 4 anos se preparou para o momento de ele enfrentar
algum demonio de sua familia. E eu estarei com ele, para ajuda-lo.

Agradeço
aos meus colaboradores para essa história: Ruthe e Gloris Godwish e o
bardo Malvoris Lukous. Agradeço a eles pelas informações para que essa
história fosse feita."


----------

STATUS:
Força: 2/12+1
Destreza: 4/12+1
Vigor 4/12
Magia: 5/12
Inteligência: 4/12


HP: 40 + 40 (Raça) = 80
MP: 180 +10 (Raça) = 190
ST: 270 + 50(Raça)=320
----------

Pericias: Melodia/Meditação/Espiritualidade

Vantagens Raciais:
- Imortal (Morte Natural e venenos)
- Vôo (asas)
- Sentidos Especiais: Faro e Audição aguçada.


Vantagens:
-Arma Especial : Bandolim Customizado "Lukarious"[1 Ponto]
Spoiler:


-Exotica (1 Ponto)
-Inteligente (1 Ponto)
-Percepção Incomum (2 Ponto)
-Retornável(1 Ponto)
Desvantagens:
-Amaldiçoada [1 Ponto] (Por ser um bandolim de um demonio).
-Homicida [2 Pontos](Ela é louca não por matar, mas para usa-la pra isso).
-Permanente [2 Pontos]

-Arte (Exclusivo da classe "Bardo") [1 Ponto]
-Membrana Nictante [1 Ponto]
-Mestre (2 Pontos)
-Familiar (3 Pontos) -Lucia Godwish
Desvantagens Raciais:
- Inimigos: (Anjos e Arcanjos)
- Fraqueza (Luz/Sagrado)
-Aura Negra

Desvantagens:
Traço marcante [2 pontos]
A TATUAGEM DA FAMILIA MALVORI QUE ME DEIXOU CAOLHO E MUDO:

Ódio [3 pontos] (Pela minha Familia, Os Malvoris)
Vingança [2 pontos] (A familia Malvoris)
Mudo [4 pontos] (Mas ele ainda consegue urrar e se comunicar com Lucia em um codigo de notas com sua Lukarious)
Visão Ruim [1 Ponto]
Habilidade: As Melodias do Bardo Dêmonio

Itens:-x-

Total de Pontos:
avatar
07
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 6
Data de inscrição : 30/09/2011

Ficha de Personagem
Raça: Nenhum
Level: 1
Experiência:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por Cloud em Dom 23 Out 2011 - 12:03

Desculpe a demora parceiro, mas sua arma esta custando ZERO ainda... ajeite isso e ta aprovada.
avatar
Cloud
Lider Administrador
Lider Administrador

Mensagens : 1430
Data de inscrição : 17/01/2011
Localização : RJ

Ficha de Personagem
Raça: Humano
Level: 8
Experiência:
7045/8000  (7045/8000)

http://apocalipse.rpgwars.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de "07"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum